Precisando reduzir o peso de suas imagens, mas não sabe mexer no Photoshop? Nesse guia completo, você irá conhecer as melhores ferramentas online e aplicativos  para compactar imagens sem perda aparente da qualidade.

Além disso, veremos qual é o melhor formato de imagem para cada tipo de situação, aprendendo as diferenças entre Bitmap e vetor. Assim, você não terá duvidas e saberá onde usar os formatos de imagens: JPG, PNG e GIF.

Como compactar imagens e diminuindo seu peso

10 ferramentas online para compactar imagens

TinyPNG

Com o TinyPNG você conseguirá compactar suas imagens em nível extremo. Assim,  dependendo da imagem escolhida, você pode conseguir reduzir o peso em até 90%. É impressionante ver uma imagem com peso inicial de 300kb, e após passar pela ferramenta, virar um arquivo de apenas 30kb. Embora a ferramenta tenha PNG em seu nome, ela também aceita .JPG.

Acesse o site – https://tinypng.com/

Optimizilla

Com o Optimizilla, o que se perde na taxa de compactação se ganha em velocidade. Pois, com esta ferramenta online, você consegue compactar até 20 imagens de uma só vez. Além disso, através de um controle deslizante, é possível controlar a taxa de compactação, e por consequência, sua qualidade.

Todavia, seu poder de compressão não chega a 30%. Porém, para quem está procurando velocidade e controle, o Optimizilla é a ferramenta certa.

Acesse o site – Optimizilla

ImageSmaller

Do mesmo modo que TinyPNG, o ImageSmaller também consegue compactar imagens em níveis absurdos. Após alguns testes feitos por repetidas vezes, conseguimos reduzir o peso de uma imagem em 80%, e o melhor, sem perda aparente da qualidade. Outro ponto positivo do ImageSmaller é trabalhar com formatos JPG, JPEG e PNG.

Acesse o site – ImageSmaller

Compressor.io

Através do Compressor.io, você tem 4 opções de formatos de imagens, sendo elas JPG – PNG – SVG – GIF. Sua taxa de compressão é um dos melhores, chegando em até 80%. Outro ponto positivo é o seu design, que facilita a visualização do antes e depois. Porém, em alguns destes, percebemos a demora no upload das imagens, mas nada que limite ou atrapalhe o uso da ferramenta.

Acesse o site – Compressor.io

TinyJPG

Em nossos testes, o TinyJPG foi o que se saiu melhor ao compactar imagens no formato .JPG. Mesmo sendo da mesma empresa e talvez usando o mesmo algoritmo de compactação do TinyPNG, ainda assim o TinyJPG levou vantagem.

Embora seja simples e rápido usar essa ferramenta online, você também pode usa-la no WordPress. Desse modo, usar os excelentes recursos do plugin para deixar o seu site mais leve. O plugin pode ser baixado e usado de forma gratuita.

Acesse o site – TinyJPG

JPEG Reducer

Mesmo com tantas outras soluções para compactar imagens, uma vez que se usa o JPEG Reducer, fica difícil troca-lo. Pois além de ter um design simples e direto, nunca fica indisponível. É Provável que o JPEG Reducer seja um dos compactadores mais antigos em funcionamento.

Acesse o site – JPEG Reducer.

ILoveIMG

Com o ILoveIMG, você pode fazer muito mais do que apenas compactar imagens. Além de comprimir imagens você poderá converter, cortar, redimensionar, girar e até colocar marca d’água. Ou seja, essa ferramenta é um editor completo para tarefas corriqueiras. Embora o ILoveIMG não seja totalmente gratuito, você tem acesso as principais funcionalidades com a opção gratuita com cadastro.

Acesse o site – ILoveIMG.

Compressnow

Usando a ferramenta Compressnow, a responsabilidade de ajustar o limite de compactação fica para o usuário. Isto é, usando um controle deslizante, é possível ir de 0% a 100% na taxa de otimização. Todavia, para facilitar a vida do usuário, a ferramenta mostra uma prévia de como a imagem está ficando. Da mesma forma que o Optimizilla, o Compressnow aceita vários uploads de uma vez.

Acesse o site – Compressnow.

kraken.io

Com o kraken.io você pode escolher entre 3 níveis de compactação: lossy, lossless e expert. Além disso, o kraken.io conta com um painel intuitivo no melhor estilo drag and drop. Embora a ferramenta seja gratuita, você pode assinar o plano e ter vários outros benefícios. Por exemplo deixar as imagens armazenadas na plataforma, enquanto na versão free, o tempo de armazenamento é de apenas 12 horas.

Acesse o site – kraken.io

JPEGmini

E por último, mas não menos importante temos o JPEGmini. Onde em sua versão premium, como extensão do Photoshop, promete entregar o máximo de compressão sem perda aparente de qualidade. Contudo, sua versão online é gratuita e funciona muito bem. Em nossos testes, conseguimos diminuir o peso de uma imagem em até 43%.

Acesse o site – JPEGmini.

Reduzindo o peso de imagens pelo Photoshop

Se você tem o Photoshop instalado no computador, também poderá usá-lo para compactar imagens. Todavia, a taxa de compressão não é das melhores, ficando atrás de algumas ferramentas citadas acima.

Por outro lado, com ele podemos diminuir de forma manual o brilho e a saturação da imagem, e por consequência, controlar o resultado final.

Em primeiro lugar, abra uma imagem no Photoshop e clique em file e depois save for web. Em seguida vá até quality e arraste o controle deslizante até onde achar necessário. Na maioria das vezes, deixando o valor em 70 é o suficiente para ter um bom resultado.

Melhores ferramentas para compactar imagens

 

Diferenças entre PNG, JPG e GIF

Comprimir imagens, apenas resolve parte do problema. Pois, dependendo de onde você pretende usá-la, não é necessário um nível absurdo de compactação. Por exemplo, se você pretende criar um folder e imprimir, o recomendável é usar o formato PNG e não é indicado a compressão.

Por outro lado, se você quer enviar uma imagem para um blog e quer reduzir seu peso, então o recomendável é usar o formato JPG.

Em seguida, veremos uma lista com recomendações de uso para cada formato de imagem.

Formato JPG. É recomendado usar em blogs e sites devido a sua alta capacidade de compressão. Por exemplo, podemos ver isso nas aplicações que vimos acima. Onde  algumas ferramentas conseguem compactar imagens de maneira absurda e sem perda relevante da qualidade.

Formato GIF. Podemos dizer que o GIF é um irmão mais velho do PNG. Provavelmente você já viu algum banner animado nesse formato, ou montagens devido a possibilidade de usar fundo transparente. Entretanto, com o passar dos anos e com novas tecnologias de animação, o GIF foi ficando de lado e perdendo espaço para o PNG. E isso nos leva ao próximo tópico.

Formato PNG. Esse formato é mais indicado para design das coisas, podendo ser usado em banners, logos, panfletos, etc. Em outras palavras, sempre que for fazer um arte, seja para web ou para impressão, de referencia para o PNG.

Leia também – Como aproveitar o cache do navegador

Publicitário por formação e curioso nas áreas de designer gráfico e programação. Atualmente estudo marketing digital, PHP e JavaScript.